sexta-feira, setembro 16, 2005

Links

Estranho título para este post. Não, não é a palavra inglesa que utilizamos com frequência em informática e particularmente na net. Links é uma palavra alemã que significa esquerda.

De facto poucos serão os portugueses que sabem o seu significado, do mesmo modo poucos serão também os que sabem o significado de esquerda.

José Socrates no início do seu mandato de Primeiro-Ministro proferiu solenemente num discurso na Assembleia da República, que o país não poderia suportar por mais tempo que os ricos pagassem menos impostos do que os pobres e que para isso era preciso tonar medidas corajosas para combater a fraude e evasão fiscal, com medidas como o levantamento do sigilo bancário, medida há muito tempo reclamada pela esquerda, incluindo o partido que apoia Sócrates. Ora alguns meses depois o mesmo Sócrates e o mesmo partido vêm negar esta evidência e dar o dito por não dito.

O levantamento ao sigilo bancário não é nenhuma medida exclusiva da esquerda, pois muitos países Europeus e mesmo os Estados Unidos, a usam com sucesso para combater a fraude e evasão fiscal. Também não é nenhuma medida que sirva para um qualquer reality show televisivo ou para gáudio de imprensa de mexericos portuguesa.

Na minha profissão (ensino) vejo com frequência pessoas com evidentes sinais exteriores de riqueza a receber subsídios do Estado para terem os seus filhos a estudar e muitas vezes outros que até poderiam, ou deveriam, necessitar desses mesmos subsídios a não usufruirem de um único cêntimo do Estado.

Digam lá se não devemos ter o direito à indignação e à revolta contra este estado de coisas. Como diria o nosso saudoso Salgueiro Maia, temos os Estados de direita, os Estados de esquerda e o estado a que isto chegou...

O País está entregue à demagogia quer com os actuais quer com os anteriores governantes as palavras valem conforme as circunstâncias e as ambições e demagogia política de cada um, isto é, não valem nada.

Poucos saberiam que links, em alemão, significa esquerda, como muitos também parecem continuar a não compreender o significado político da palavra esquerda, provavelmente não só os portugueses.


|

5 Comments:

At 16:13, Blogger Freddy said...

Mas esse cromo ainda terá alguma credibilidade...?
Se houvesse eleições agora, qual seria a maioria q ele teria? A da derrota!!!

Abraço da Zona Franca

 
At 13:04, Blogger Geosapiens said...

...esclarecedor...muito interessante...um abraço...

 
At 03:24, Anonymous Anónimo said...

Silly Season

Avelino já tem dentes do siso
Concorre com os “Malucos do riso”
E quando não vai ao bordel
Fica a ler Maquiavel
Ainda quer roubar mais vezes
Nada resta no Marco de Canavezes
O povo de Felgueiras "axa cool"
A doutora Fátima e o saco azul
“Ela vai à bola todas as semanas
E no final paga o fino e as bifanas”
Ò Fatinha fazias cá uma falta
Nada como uma ladra pra animar a malta
Valentim é o maior do campeões
Oferece varinhas-mágicas e televisões
Festa e sardinhada na avenida
E que se lixe a câmara falida
Que o major está bem de vida
O Isaltino é um queridinho
Guarda o dinheiro do sobrinho
E ao Domingo vai à missa
Rezar pelas contas da Suíça
E se eleição der para o torto
Compra um táxi e rouba no aeroporto
Ò ladrõezecos deixem-se de modas
O vosso problema é falta de fodas

 
At 23:01, Anonymous Anónimo said...

força Socrates, põe os chulos a trabalhar ou rua

 
At 00:44, Anonymous Anónimo said...

À GANDA SOCRATES.

força meu

 

Publicar um comentário

<< Home